15 fevereiro 2011

[Sebo do Wes] Silent Hill Zero Original Soundtrack




Sejam bem vindos ao Sebo do Wes, o local mais requisitado para se fazer resenha de álbuns, porem o menos visitado pelo excesso de névoa. Temos que estar no clima do jogo e do seu respectivo álbum.

Sabendo que a dica acima foi bastante superficial, digo que o álbum a ser analisado aos visitantes do sebo é Silent Hill Zero Original Soundtrack, trilha sonora do incrível jogo Silent Hill: Origins.

E vamos à playlist de mais um incrível compilado de musicas do senhor Akira Yamaoka:



1. Shot Down In Flames

2. Meltdown

3. Evil Appetite

4. Wrong Is Right

5. Not Tomorrow 3

6. Monster Daddy

7. King Of Adiemus

8. Don't Abuse Me

9. Underworld 4

10. Acid Horse

11. O.R.T.

12. Insecticide

13. Raw Power

14. A Million Miles

15. Battle Drums

16. The Wicked End

17. Blow Back

18. Real Solution

19. The Healer

20. Snowblind

21. Behind the Wall of Sleep

22. Drowning

23. Murder Song "S"

24. Not Tomorrow 4

25. Theme of Sabre Dance

26. Hole In The Sky



Para aqueles que jogam a franquia Silent Hill há tempos, já sabem que há musicas que ou não costumam ter um ritmo próprio ou se repetem propositalmente. Esses fatores, aliados a sons bem aleatórios, normalmente sons metálicos, costuma causar uma sensação única de medo aos que ouvem. As musicas “Raw Power” e a “Not Tomorrow 4” resumem o que eu falei acima.

Não me recordo se isso é uma característica do próprio Yamaoka, mas a bateria está muito bem representada no álbum, normalmente de forma mais harmoniosa com outros instrumentos, como mostrado na musica “Meltdown” e na “Behind the Wall of Sleep”, musica que lembra aqueles bares americanos de musica ao vivo, com aqueles bongôs do Jô Soares. Porem destaco a “Real Solution”, que rege a musica com uma bateria excelente, lenta porem melancólica.

O álbum é recheado de uma temática bem misteriosa e investigativa, outra característica da série e, respectivamente das musicas. Musicas como a “Insecticide” e a “Drowning” são próprias para este tipo de situação mais investigativa. Aliás, investigar é algo essencial para este jogo, afinal é uma prequel do primeiro Silent Hill, lançado para o PSX. Muitas respostas podem estar largadas num pedacinho de papel, portanto joguem.

Não me linchem, eu não esqueci das musicas com o incrível vocal da Mary Elizabeth McGlynn. No total são quatro musicas cantadas por ela, com letras de Joe Romersa. Porem indicarei apenas duas, que foram as mais icônicas para mim e também para a Amanda, minha namorada. Curiosidade rápida: minha namorada fez o final U.F.O e odiou. Primeiro, cito a “Shot Down in Flames” que que possui um ritmo um pouco mais rápido que o de costume, acompanhado de uma guitarra acústica. Dá para ver o poder da voz da McGlynn nesta musica. E a segunda e ultima indicação é a “O.R.T”, esta que eu considero o tema do jogo, seja por ela tocar bastante devido à sua batida mais cadenciada, seja pela própria letra. Vejam aqui a letra da musica em inglês.

Encerrando esta resenha, eu pesquisei um pouco e descobri que a McGlynn também dublou a “Rosso the Crimson”, do jogo Dirge of Cerberus: Final Fantasy VII. Como eu não sabia disso?!

0 comentários: