12 janeiro 2011

Silent Hill Downpour: Pra se encharcar de medo. Ou não.

Fala galera! Hoje entra o nosso último colaborador - o Kyuu! Vocês devem conhecer pela edição de vídeo do Tokyo Bit! Novamente, dêem boas vindas ao mais novo membro da equipe!

Imersa nas mais atormentadoras e ao mesmo tempo sublimes densas neblinas da E3 2010, com o título provisório Silent Hill 8, Silent Hill: Downpour foi revelado como o mais recente lançamento da série (que atormenta o sono de muitos e desespera a todos) de terror da Konami. Como o próprio título implica, o jogo se baseará no elemento água (Panda time: Downpour = Aguaceiro) mas isso não quer dizer que o horror e drama que inflamaram a alma dos jogadores sejam águas passadas.

A história foi desenvolvida pela Vatra Games (que também está trabalhando na sequência do clássico Rush'n Attack, Rush'n Attack: Ex-Patriot), contará as desventuras do presidiário Murphy Pendleton. Se a Lei do mesmo (Murphy, saca? Hein? Hein?) se aplicar no jogo, este produto realmente poderá vir a ser mais do que apenas bom. A revista Game Informer colocou as mãos na demo do jogo e nos revelou alguns detalhes da jogabilidade que provavelmente curará muitos hidrofóbicos corajosos. Ou não.

Segue a Lista:
- Escolhas tanto óbvias quanto sutis alteram o curso da história;
- Câmera fixa, como nos clássicos;
- O elemento água tem um papel importante na jogabilidade e transições para o ‘otherworld’;
- Capacidade de olhar por cima do ombro e derrubar objetos contra os inimigos mais lentos, como em Silent Hill: Shattered Memories;
- Puzzles mais difíceis;
- Alterações nas vestimentas;
- Não haverá inventário, forçando o jogador a carregar um item de cada vez e aumentando a tensão já costumeira nos jogos da série;
- Combate semelhante aos títulos clássicos, mas com durabilidade da arma ao estilo de ‘Origins’;
- As armas variam de itens do dia-a-dia até armas (de fogo) pequenas;
- Danos serão indicados pela quantidade de sangue nas roupas;
- Dois novos inimigos revelados: The Creeper e The Screamer;
- Boss-Battles terão Quick Time Events;
- Um metrô poderá ser usado para viajar através da cidade;
- Mapa absurdamente extenso;
- Troca temporal dia-tarde-noite (ainda não confirmada se em tempo real);






O jogo terá versões para Xbox 360 e PlayStation 3 e tem previsão de lançamento para esse ano. Ainda não temos informações sobre o compositor da trilha sonora, mas quem dera ter Akira Yamaoka trabalhando nesse projeto. E aí, o que acham a respeito? Deixem sua opinião e até a próxima!

4 comentários:

Nanah :3,  12 de janeiro de 2011 12:31  

seja bem vindo <3
ficou muito legal o texto, parabéns :D
pois é, se os outros jogos já me assustavam, imagino esse com água envolvida. D:
o trailer me animou muito, espero que o jogo não decepcione o/

Azure 12 de janeiro de 2011 13:09  

Caraca, esse jogo parece estar dumal, tomara que faça um trabalho legal e não estraguem a série.

Bem vindo também kyuu XD

bubbles 12 de janeiro de 2011 13:26  

Bem vindo, parça! e puta que pariu ter o Akira Yamaoka ae seria tudo *0*

nice catch!

Alexo Maravalhas 12 de janeiro de 2011 15:50  

Faltou falar um pouquinho da trilha. Bem-vindo :)